Em 2019, Goiás era o 11º estado exportador. Neste ano, a exportação goiana cresceu 23% e agora o estado assume a oitava colocação, já tendo exportado U$ 4,1 bilhões

O deputado federal Vitor Hugo (PSL-GO) conversou com o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), Sergio Segovia, em transmisão ao vivo pelas redes sociais na noite desta quinta-feira (20). Vitor Hugo perguntou sobre a importância de Goiás no cenário das exportações brasileiras e Segovia destacou dados positivos, principalmente sobre a relevância do agronegócio no estado.

“O agronegócio é o carro chefe da nossa economia em Goiás e tenho certeza que contribui não só para o estado, mas para o crescimento e desenvolvimento de todo o Brasil”, afirmou o deputado. Em seguida, o presidente da Apex confirmou. “A contribuição do estado de Goiás é inquestionável. Goiás tem uma grande representatividade nas nossas exportações e isso vem crescendo. Em 2019 foi o 11º exportador e em 2020 já é o 8º, tendo exportado U$ 4,1 bilhões”, destacou Sergio Segovia.

A pauta exportadora variada é outro ponto positivo para o estado, que exporta produtos da indústria de transformação e do agronegócio, com destaque para a soja, carne bovina, milho e farelo de soja. Esses produtos vão para países como China, Holanda, Coreia do Sul, Espanha e Japão. Somente em 2019 a ApexBrasil apoiou 537 empresas sediadas em Goiás, sendo que 60 são exportadoras, e a expectativa é que esses números cresçam ainda mais.

O deputado Vitor Hugo também perguntou pelas conclusões do estudo “Goiás – Perfil e Oportunidades de Exportações e Investimentos 2020”, realizado pela Apex. Segovia informou que o documento será divulgado oficialmente no dia 27 de agosto, no evento de lançamento do Programa Nacional de Cultura Exportadora – Goiás, mas adiantou algumas informações.

O estudo apresenta um panorama e identifica áreas e possibilidades de novas exportações. “Nossa metodologia mapeou 232 oportunidades nos cinco principais mercados para exportação em Goiás – alimentos e bebidas; produtos agropecuários; moda, higiene pessoal e cosméticos; produtos químicos; e máquinas, equipamentos, aparelhos e materiais elétricos”, ressaltou Sergio Segovia.

Projetos aprovados na Câmara

Vitor Hugo colocou seu mandato na Câmara dos Deputados à disposição da ApexBrasil para contribuir com a aprovação de matérias que possibilitem a abertura de mercado, a resolução de conflitos comerciais e até oportunidades de atração de investimentos estrangeiros diretos para o Brasil.

“Tivemos vitórias significativas no Congresso Nacional capitaneadas pelo senhor, deputado, neste um ano e sete meses que esteve como líder do Governo na Câmara. O Parlamento brasileiro aprovou a Lei de Liberdade Econômica, que visa simplificar o ambiente de negócios no país, e o Marco Legal Saneamento, que tem potencial para atrair R$700 bilhões para o Brasil na próxima década”, ressaltou o presidente da Apex.

Sergio Segovia também parabenizou Vitor Hugo pela criação do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Organização para a Cooperação e Desenvolvimento. “Eu tenho grande orgulho de ter conseguido aprovar o Projeto de Resolução para a criação do Grupo e por ser o presidente. No ano passado eu estive na sede da OCDE, em missão oficial, e acredito que estamos no caminho certo para abrir o nosso mercado para novos investimentos e continuar melhorando a imagem do Brasil no exterior”, salientou o deputado.

Vitor Hugo ainda destacou outros projetos que contribuiu para a aprovação enquanto esteve na Liderança do Governo. “O Acordo de Alcântara estava há décadas no Parlamento e nós conseguimos destravar. A Reforma da Previdência e a Proteção Social dos Militares também foram fundamentais para o País”, reforçou.

Deixe um comentário