Em bate papo transmitido ao vivo pelas redes sociais, Vitor Hugo questionou o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sobre a construção da Estação entre Goiânia e Anápolis. Ministro confirmou que está articulando com o governo estadual e que a ideia é transformar lixo em energia

O deputado federal Vitor Hugo (PSL-GO) conversou com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, na noite desta segunda-feira (17), sobre os projetos da pasta para o estado de Goiás. O ministro esclareceu sobre o Programa Cerrado Sustentável, que visa preservar o ecossistema e estimular atividades produtivas que respeitem o meio ambiente, e destacou a necessidade de acabar com os lixões e melhorar a reciclagem e o aproveitamento energético no Brasil.

“Esse projeto será muito importante não só para diminuição de resíduos sólidos e produção de energia, mas também para o fomento do trabalho de cooperativas de catadores, que terão uma parceria com o Ministério do Meio Ambiente,” afirmou o deputado.

Vitor Hugo também falou que já havia conversado antes com o ministro para que Goiás fosse contemplado com a construção de uma Estação de Tratamento de Resíduos. “É verdade. Nós vislumbramos, já conversamos com o governo do estado e tem um local entre Goiânia e Anápolis que poderá receber investimentos para ter uma grande central de triagem, reciclagem, separação e aproveitamento energético dos resíduos”, confirmou o ministro Ricardo Salles.

Agronegócio

Vitor Hugo também falou sobre a importância do agronegócio goiano. “Ricardo, você sabe também que aqui em Goiás damos muita importância ao agronegócio. E a gente sabe que você tem ressaltado a relevância econômica do agro, afastando a ideia que a esquerda gosta de criar colocando o agronegócio contra a preservação do meio ambiente. Esse é um trabalho que você tem feito muito bem e tem tudo a ver com o nosso governo, que visa a conciliação destes dois interesses: preservar o meio ambiente e desenvolver o agronegócio”, destacou o deputado.

“Goiás e agronegócio são parceiros do Brasil. Nossa produção agrária é exemplo de qualidade, considerando a Legislação Ambiental, onde tem de se respeitar 35% de áreas como Cerrado, por exemplo, que precisam de ser área nativa. O agro, Vitor, é o principal parceiro do meio ambiente no Brasil. Nós produzimos muitos alimentos de qualidade a preços competitivos e com preservação ambiental. Nenhum país tem um Código Florestal como o nosso!”, respondeu o ministro Ricardo Salles.

Eles ainda ressaltaram a importância do agronegócio durante esse período de pandemia, que continuou produzindo e levando comida para os brasileiros enquanto todos estavam de portas fechadas.

“É muito importante esse contato contigo, ministro, para que as pessoas possam ver todo o trabalho que o Ministério está fazendo em todas as frentes e também o grande desafio que é cuidar de um patrimônio ecológico tão grande quanto o que o Brasil tem”, afirmou Vitor Hugo sobre a importância da transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O deputado ainda convidou o ministro para uma futura visita à Chapada dos Veadeiros e ao Parque Estadual de Terra Ronca. Por fim, Ricardo Salles agradeceu e pediu para continuar contanto com o apoio do deputado na aprovação de pautas que possam auxiliar no ministério do Meio Ambiente.

Deixe um comentário